Um dos problemas mais ignorados da vida sexual da mulher multípara ou com mais de 35 anos é a Insuficiência Perineal, o relaxamento anormal da parede vaginal que impede a sua satisfação sexual e de seu parceiro. Muito disto se deve à falta de conhecimento de que exercícios com o músculo pubo-coccígeo podem manter ou pelo menos não deixar diminuir o tônus da musculatura perineal.

     O tônus do músculo pubo-coccígeo promove um menor e mais intenso período expulsivo durante o parto, mantém o tônus do esfíncter uretral impedindo a perda involuntária de urina além de manter a contração voluntária da vagina durante o coito.

       As queixas mais comuns da insuficiência perineal são a diminuição do prazer durante a penetração e a saída de ar ou urina durante ou imediatamente após o coito, além de dor eventual à penetração.

       O climatério e suas conseqüências tem sido sistematicamente associados com piora do prognóstico dos prolapsos e da incontinência urinária.

       Preconizamos a associação de tratamentos quais sejam a tonificação da musculatura através de exercícios próprios para a região pélvica, reforço cirúrgico da musculatura do assoalho pélvico quando e sempre que necessário e uso de produtos biocompatíveis, preferencialmente de colocação cirúrgica.