Abrindo-se os lábios da vulva, em região superior, vamos encontrar o clitóris, um pequeno órgão protuberante, macio e muito sensível, prolongação feminina da glande do pênis do homem. O clitóris ocupa quase toda a vulva, a parte da frente da vagina, uma parte em volta da uretra e uma parte do períneo, além de ter ramificações para a raiz das coxas.
Nu Feminino Sentado – Lasar Segal

Atualmente considera-se que temos um “sistema clitoridiano” que conta com 18 estruturas anatômicas distintas. A parte do clitóris que fica mais evidente e para fora, chamada glande do clitóris, é extremamente sensível. Embora bem menor em tamanho que a glande do pênis, a glande do clitóris tem 4 vezes mais terminações nervosas.

Sendo uma região sensível é o ponto mais responsivo à estimulação direta. O clitóris é o principal ponto de estímulo para a mulher e o que gera sempre o orgasmo, embora algumas pacientes afirmem não existir diferença entre orgasmo clitoridiano e vaginal.

Existe muita variação individual, biológica, entre as mulheres. Mesmo quando ocorre a penetração, o clitóris é estimulado pela fricção do pênis e o repuxamento da mucosa que envolve o clitóris provocado pela penetração resulta em estímulo de prazer.

A remoção ou o descolamento do prepúcio, muitas vezes exuberante ou a infiltração de PMMA sub mucoso para conseqüente exposição maior da glande do clitóris pode permitir um maior contato e fricção durante o ato sexual.